Espadas e Adagas

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Espadas e Adagas

Mensagem por Corvo em Sex Nov 13, 2015 2:15 pm

- Levante-se!
Ájax pairava sobre ela, com a espada em mão e nenhuma sombra de seu sorriso.
Mary sentia um gosto metálico na boca, que imediatamente associou a sangue. Passou a língua de leve pelos lábios e localizou o corte, à esquerda no lábio inferior. Essa era a terceira vez que o filho de Ares a havia derrubado, em um ínterim de quinze minutos desde que a luta se iniciou. Enquanto se punha em pé, lamentava amargurada a sua escolha de vir até aqui.
A filha da Noite havia se cansado de ficar parada, e decidiu iniciar o seu programa de treinos, achando que poderia se mostrar ser algo até mesmo divertido. Estava tão ansiosa quando saiu do chalé, uma blusa preta, um par de luvas-sem-dedos, e um shortinho indiscreto, que nem ao menos havia reparado no tempo. A chuva chegou quase no mesmo instante em que ela chegou na arena, mas Ájax, o garoto que estava de instrutor naquela hora, se recusou a deixar quem estava Ali ir embora, alegando que um semideus não derrete com uma chuvinha.
 Agora as gotas de água batiam em seu rosto, dificultando a sua visão, e para piorar ela se encontrava contra o vento. Mary retirou uma mecha dos cabelos com a mão livre enquanto aguardava a próxima investida do garoto, que não veio.
- O que está esperando? -Gritou para o garoto para ser ouvida acima do barulho do vento e da chuva.
- É a sua vez, garota. Em uma dança, ambos têm que fazer a sua parte.
Sua voz estava suficientemente alta apenas para ela ouvir, e a filha de Nyx era capaz deDivisar os contornos do sorriso dele.
 Calma, ela pensou. Uma loba precisa ser calma se quiser pegar a sua presa.  
O filho de Ares queria dançar?  Então eles iriam dançar ao som do aço se chocando.
 Ela avançou em um golpe diagonal que ele facilmente se desvio e acertou a espada dela, afastando o ferro estígio para que pudesse atacá-la diretamente. Mary se abaixou quando o golpe dele veio, mais uma vez imaginando se algum meio-sangue já teria morrido em um treino desses. A julgar pelo rigor do instrutor, ela tinha a sensação que a resposta poderia ser sim.
A chuva tirava a sua concentração, e Ájax se aproveitava disso para cair em cima dela com a sua espada, gritando coisas como "Esquerda!" quando na verdade atacava pelo direita, e "Baixo!", enquanto vinha pelo alto. Apesar dela já ter aprendendo que deveria ficar surda para esse tipo de comentário dele, os seus sentidos se confundiam e mais uma vez o braço da espada resolveu obedecer o ouvido e a lâmina dele, com a parte chata, a atingiu nas coxas descobertas com força suficiente para fazer algumas lágrimas se misturarem à água da chuva em seu rosto. Cambaleando ela se afastou para trás, tentando se recompor enquanto o garoto relaxava, encostando a ponta da sua espada no chão, ao lado do seu corpo, e se apoiando no pomo.
 - Errou de novo, garota
Ele parecia adorar jogar aquilo na cara dela.
 - Eu não errei, foi você quem acertou - ela resmungou, fazendo ele rir e voltar a erguer a espada.
 Dessa vez foi ele quem avançou para o primeiro golpe, sem dúvida na tentativa de pegá-la com a guarda baixa. Um raio cortou o céu no instante em que as duas lâminas se chocaram, e a chuva parecia estar aumentando (O que era extranho, porque até onde ela sabia raramente chovia no acampamento).
 Mary se lançou para a esquerda e tentou acertar ele horizontalmente, e o golpe quase acertou, mas ele rio e se esquivou para o outro lado.
- Cuidado, garota, assim alguém pode se machucar.  
Ela via o lampejo dos olhos dele antes de ver o da espada vindo em sua direção, e isso, junto com as provocações do garoto, a desconcentravam completamente.  
Calma, ela voltou a pensar enquanto afastava a espada dele com a sua.
Tentou um novo golpe vertical, mas a resposta dele foi tão rápida que a espada da garota simplesmente voou de sua mão, indo cair alguns metros ao seu lado.
Ájax abriu a boca para dizer alguma coisa, mas Greywolf nunca soube o que era, porque ela viu o riso nos olhos dele e simplesmente deu um soco no rosto dele.
 Mesmo o garoto sendo três vezes mais forte que ela, sem dúvida ele não esperava por isso, então acabou caindo de bunda em uma poça cheia de água.
 A britânica mordeu o lábio pensando que ele fosse se levantar e fazer picadinho dela, mas envez disso ele começou a rir.
- Isso não foi legal, garota. - Seu tom não demonstrava raiva - Isso é esgrima, não luta livre.
 Mary resgatou sua espada sua espada de outra poça e se virou para ele com um sorrisinho inocente.
- Ah, desculpa. Doeu muito? - Ela fez biquinho enquanto falava, então sorriu e se virou para ir embora.

Corvo
Admin

Mensagens : 67
Data de inscrição : 29/05/2015

Ver perfil do usuário http://warofthrones.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum